Sérgio Habib afirma que mercado automobilístico brasileiro não deve crescer em 2012

Posted by Admin On quinta-feira, 12 de Abril de 2012 0 comentários

O mercado automobilístico brasileiro não deve crescer este ano. A opinião - que diverge da previsão de alta de 4% a 5% da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) – é do presidente da JAC Motors do Brasil, Sérgio Habib. Segundo o executivo, o mercado não crescerá porque os bancos não estão propensos a conceder crédito para financiamento de veículos.
Sérgio Habib Jac 6

“Não tem mais financiamento de 60 meses no mercado”, afirma. “O banco financia apenas 48 meses, não adianta nem mandar ficha que o banco não aprova prazo maior que isso”, declarou durante o III Fórum da Indústria Automobilística, realizado nesta segunda-feira, 9, por Automotive Business no Golden Hall do WTC, em São Paulo. Em sua visão, os bancos estão cautelosos por causa do aumento da inadimplência.

Habib não prevê crescimento enquanto esse quadro não mudar. Para ele, a recente queda dos juros ao consumidor anunciada pelos bancos públicos só poderá surtir efeito positivo após o segundo semestre, caso provoque o aquecimento da economia e a consequente redução da inadimplência. O executivo explica que o mercado automotivo é mais sensível ao prazo do financiamento do que aos juros porque é o prazo que permite uma prestação menor.

A JAC tem hoje 1% de participação no mercado brasileiro e pretende chegar a 2% em 2015. “Não mais do que isso”, disse. A montadora está construindo uma fábrica em Camaçari (BA) que deve começar a operar em 2014.

Via http://www.automotivebusiness.com.br